Arquivo da categoria ‘Saúde’


Nozes: saudáveis no Natal e no ano todo

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Fontes de proteínas, antioxidantes e gorduras do bem, elas protegem o coração.

emporio-centerpao

As nozes podem ajudar a prevenir quadros infarto agudo do miocárdio ou o acidente vascular cerebral (AVC) ” explica o cardiologista César Jardim, supervisor do Clinic Check-up HCor, de São Paulo. Elas, que ganham destaque na época das festas de final de ano, fazem bem à saúde o ano inteiro e deveriam ser consumidas com regularidade.

“Assim como outras oleaginosas (castanhas, amêndoas, avelãs), são fontes de proteínas, gorduras poliinsaturadas, antioxidantes, fitoquímicos e fibras, contribuindo para a manutenção da saúde de forma geral”, resume Maria Fernanda Elias, nutricionista responsável pela Food Notes Comunicação, mestre em Saúde Pública e doutoranda em Nutrição Humana Aplicada pela Universidade de São Paulo.
De fato, estudos apontam que o consumo de oleaginosas de três a cinco vezes por semana faz bem ao coração.

torta-de-nozes

“As nozes são alimentos com capacidade de reduzir os níveis de triglicerídeos, elementos responsáveis pela formação de placas de gordura, e do LDL, o chamado mau colesterol. Se você precisa evitar alimentos ricos em gordura saturada (como carnes, ovos e produtos lácteos), as nozes podem ser boas substitutas. Elas também ajudam a reduzir o risco de coágulos de sangue e melhorar a saúde das artérias”, completa Fabiana Marangoni, nutricionista do Spa Fazenda Igaratá, em São Paulo.

E os benefícios não param por aí: elas são ricas em vitaminas A, C e E . “E são boas fontes de minerais, sendo os mais significativos fósforo, selênio e manganês”, diz Maria Fernanda.

Fonte: Yara Achôa / IG Saúde


Truques simples e práticas de fazer um detox organismo

segunda-feira, 05 de dezembro de 2016

Truques fáceis para acabar com as toxinas que prejudicam a saúde.

Woman celebrating in a peaceful setting.

Woman celebrating in a peaceful setting.

A primeira coisa que vem à mente quando se fala em purificar o corpo é a alimentação. Mas você sabia que existem diversas outras formas de desintoxicar o organismo além de colocar em prática pequenas mudanças no cardápio? A seguir, elencamos algumas delas:

1. Exercite-se

A atividade física estimula a circulação sanguínea, o que melhora a digestão e favorece a redução dos níveis de toxinas no corpo. Portanto, comece a mexer esse corpinho já!

2. Aposte na massagem

A drenagem linfática é uma grande aliada do detox. Por focar em regiões mais propensas a acumular toxinas, ela acaba limpando esses estoques de impurezas. Lembre-se de beber muita água depois de cada sessão para facilitar essa eliminação.

3. Abandone o tabagismo

Além da nicotina, o cigarro possui em sua composição mais de 4 mil substâncias químicas tóxicas. Após dar um basta no vício, fique firme, pois depois de dar a última tragada ainda leva um tempo para que o seu corpo elimine toda a sujeira deixada pelo fumo.

4. Limpe a casa com produtos naturais

Os produtos de limpeza industrializados possuem uma série de substâncias nocivas em sua formulação, como cloro e amônia. Para evitar que elas fiquem circulando pelo seu corpo e causem problemas de pele, asma e outras doenças, lance mão de opções alternativas, como o bicarbonato de sódio para remoção de cera, o vinagre branco para tirar manchas de gordura e o óleo vegetal para proteger a madeira.

5. Vá para a sauna

Colocar as substâncias nocivas para fora por meio do suor é uma ótima pedida. É que a transpiração é uma das melhores aliadas na eliminação de toxinas. Então, pegue uma toalha e vá aproveitar esse calor purificador!

6. Faça uma esfoliação

Esfregar a pele com produtos esfoliantes desobstrui os poros, limpa o corpo de impurezas e melhora a circulação – além de deixar aquela sensação revigorante. Delícia!

7. Experimente a acupuntura

Ao serem inseridas em pontos específicos do corpo, as agulhas auxiliam na liberação de toxinas que estavam sendo acumuladas na região. Aí, todo esse lixo vai embora, principalmente pela urina.

8. Evite os poluentes

Tente se afastar da poluição da cidade. Se não der para passar o fim de semana no campo ou na praia, saia para dar uma volta no parque. Respirar ar fresco varre do organismo substâncias tóxicas, renova as energias e previne a intoxicação causada por partículas nocivas que pairam no ar.

 

Fonte: Revista BoaForma


Jejum pela manhã engorda?

quarta-feira, 09 de novembro de 2016

Pesquisas comprovam a importância da primeira refeição na manutenção de uma vida saudável.

croissants, coffee cup, flower in romantic style

Apesar das frases “Não saia de casa sem comer” ou “Não esqueça o café da manhã” serem mais da sabedoria popular do que científica, já é comprovado que pular a primeira refeição do dia pode trazer prejuízos para a saúde. Os especialistas são unânimes: não comer nada ao acordar faz com que a pessoa exagere nas refeições seguintes, facilitando o ganho de peso. Pesquisa da Universidade de Minnesota (EUA) com 2.200 adolescentes mostrou que o grupo que consumia o café da manhã mantinha uma dieta saudável e era mais ativo fisicamente, em comparação ao que ficou sem a refeição.Outro estudo, publicado no International Journal Of Obesity, traz uma conclusão polêmica: um desjejum com alimentos mais gordurosos pode facilitar a queima de calorias no resto do dia, já que o metabolismo, recebendo esses alimentos, ficaria “programado” para gastar mais gordura. “Um pouco de gordura ajuda a deixar o açúcar mais estável”, diz a chefe do Departamento de Nutrição da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Regina Maria Vilela.

Mas o benefício só vale quando não há exageros. A refeição ideal para um café da manhã saudável, segundo a nutricionista, é composto por uma fruta, uma fonte de proteína (como leite, ovo mexido ou bebida de soja), outra de carboidrato integral (pão ou cereais) e um pouco de gordura (como a manteiga no pão, por exemplo).

A regra é seguida à risca pela advogada Renata Bertolini Bra­ga. Há quatro anos, ela modificou os hábitos alimentares e nunca sai de casa sem tomar café da manhã. Quando está muito atrasada, prepara um lanche em casa (geralmente, iogurte com granola e mamão) e leva para o escritório. Ela também faz refeições com menos quantidade de comida e come várias vezes ao dia, para manter o metabolismo acelerado e não ter falta de concentração no trabalho.

Para aprender a se alimentar melhor, Renata consultou nutricionistas e leu muito em revistas especializadas e na internet. “Nunca compro lanche fora de casa e tomo café da manhã na padaria, no máximo, nos fins de semana. O fato de eu já ter morado em uma cidade de praia (Florianópolis, SC), impulsionou os cuidados.”

mesa-de-cafe-da-manha-com-frutas-paes-sucos-bolos-e-iogurt

Comer doces logo pela manhã ou ingerir apenas o café preto em jejum não é indicado. “A absorção do alimento muito doce é rápida e faz sentir fome logo. Só o café estimula a acidez no estômago, que pode causar queimação e dores”, explica a nutricionista da Paraná Clínicas Dagmárcia Tumeo.

Regina Vilela lembra que a falta de energia logo pela manhã afeta o rendimento físico (a pessoa fica com uma sensação de “moleza”) e mental (como o mau humor). “A falta de energia prejudica a atividade cerebral. A pessoa tende a ficar desconcentrada e até com dor de cabeça.” Algumas pessoas podem desenvolver um quadro de hipoglicemia, levando a mal-estar ou desmaio.

A coordenadora da Clínica de Nutrição da PUCPR, Louise Saliba, salienta que pular o café da manhã engorda, por mais que não se tenha consumido calorias naquele período. “Tudo que a pessoa não ingeriu de manhã vai para os outros períodos. Ou seja, ela vai ter uma fome além da esperada e exagerar nas próximas refeições.”

Regina Vilela, da UFPR, explica que, ao acordar, o metabolismo sai do estado de repouso e se altera, pedindo energias para as primeiras atividades rotineiras. “Muita gente acha que, não comendo de manhã, há perda de peso. E isso é uma armadilha. Depois de algumas horas, as reservas de açúcar e energia no sangue caem, e a sensação de fome é muito grande. E aí, a pessoa come a primeira coisa que vê, geralmente nada saudável.”

Jejum

Quem sente enjoo pela manhã e, por isso, deixa de se alimentar, pode estar colaborando para que o sintoma piore. O sintoma é causa, na maioria das vezes, justamente por conta de um longo período sem comer. “Outra hipótese é ter realizado uma refeição pesada muito tarde no dia anterior”, diz Dagmárcia.

Para quem tem preguiça de acordar mais cedo, a nutricionista orienta deixar a mesa arrumada na noite anterior ou comer algo que não precise de preparo, como um copo de leite, iogurte ou uma fruta. “Vai ajudar a não sair sem comer nada. O café da manhã é uma mudança de hábito, e deve ser incorporado ao dia a dia.”

Fonte: Gazeta do Povo


Comer maçã pode prevenir 5 tipos de câncer, aponta pesquisa

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Revisão de 40 estudos concluiu que essa fruta é capaz de afastar tumores nos pulmões, no intestino, na boca, no trato digestivo e nas mamas.

macas-cesta-madeira

A ciência não cansa de comprovar que “uma maçã por dia mantém o médico distante” (do ditado em inglês,”an apple a day keeps the doctor away”). Além de proteger o coração, ajudar a emagrecer e fortalecer a imunidade, essa fruta também é capaz de prevenir contra tumores malignos, em especial aqueles de pulmão, intestino, boca, mamas e do trato digestivo. É o que aponta uma revisão de 40 estudos feita pela Universidade de Perugia, na Itália, e publicada na edição de outubro de 2016 da revista Public Health Nutrition.

A ideia dos cientistas italianos era investigar o poder das frutas contra o câncer. Segundo o jornal britânico Daily Mail, a maçã foi escolhida por ser uma das mais consumidas no mundo todo. Além disso, sabe-se que ela é rica em substâncias de ação antioxidante, que têm o poder de afastar tumores. “Por causa da composição química peculiar e de potenciais mecanismos moleculares envolvidos, é possível que alguns tipos de frutas e vegetais sejam associados mais fortemente ao risco de câncer do que outros”, observam os autores do artigo, em entrevista ao periódico.

Os resultados da análise mostraram que pessoas que consomem mais maçã têm menos câncer do que aquelas que não costumam ingerir o “fruto proibido”. Os índices de tumores no pulmão, por exemplo, foram 25% menores entre aqueles que adoram abocanhar essa fruta. Em relação aos casos cancerígenos no estômago ou no esôfago, no intestino, na boca e nas mamas, as pesquisas não foram unânimes em apontar os benefícios da maçã, mas algumas demonstram que ela é, sim, capaz de evitar essas doenças.

De acordo com os próprios pesquisadores, mais estudos são necessários para investigar a fundo a relação entre a fruta da macieira e a prevenção de tumores. Mas uma coisa já está comprovada: não faltam motivos para você incluí-la na sua rotina alimentar já!


10 alimentos para ganhar músculos e reduzir a gordura!

quinta-feira, 08 de setembro de 2016

iguaria-cozer-ovo-perfeito

OS OVOS
Comendo dois ovos você consegue ingerir a quantidade de proteínas necessárias diárias (cerca de 12 g). Você deve acrescentá-los nas suas receitas para maximizar sua recuperação após exercícios.

6972846-raspberry-flower

AS FRAMBOESAS
Elas têm a particularidade de possuir um polifenol conhecido com o nome de Resveratrol. Este atua sobre a lipólise (utilização das gorduras) estimulando-as. Um ponto a mais para eliminar algumas gordurinhas.

uva

AS UVAS
As uvas têm a mesma propriedade que as framboesas. Com estas duas frutas, você tem duas variantes para escolha.

iogurte

O IOGURTE
Ele contém proteínas assim como os glucídios necessários para facilitar a absorção das proteínas presentes num iogurte. Uma boa pedida para depois dos exercícios.

aveia

OS FLOCOS DE AVEIA
Eles são muito úteis para manter a glicemia e evitar a hipoglicemia que desencadeia a estimulação do apetite. Eles vão manter-se bem ao corpo e aumentarão a saciedade antes da próxima refeição.

salmao-3

O SALMÃO
É um dos peixes gordurosos que é preciso ter sempre no prato. Além de ser rico em proteínas, ele também é rico em Ômega 3. Ele ajuda na proteção cardíaca (o coração é o nosso músculo mais importante) e também dos outros músculos.

brocolis

O BRÓCOLIS
É um dos legumes que contém menos calorias. Podemos fazer inúmeras entradas e pratos com eles.

cha-verde

O CHÁ VERDE
Ele contém polifenóis que participam na redução do stress e do apetite ligado ao stress. Além disto os polifenóis têm importante papel como antioxidante. Devemos consumi-lo sem moderação, mas dentro do limite máximo diário.

cha-preto-com-especiarias

O CHÁ PRETO
O chá preto tem as mesmas propriedades do chá verde mas num nível ligeiramente inferior. Para beneficiar dos seus polifenóis, é recomendado evitar acrescentar produtos de laticínios. O leite contém uma enzima que inibe a sua absorção.

frango-assado

O FRANGO
O frango é uma outra fonte de proteínas que vão ajudar na recuperação depois dos exercícios.


Frutas para levar na bolsa e se alimentar bem todos os dias

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Uma das maiores desculpas que as pessoas costumam dar na hora de se alimentar bem é não ter como ir em casa para comer corretamente e ter que recorrer a fast foods e opções que podem ser encontradas no caminho ou próximo do trabalho. O que muita gente não sabe, é que podem levar na bolsa frutas que fazem verdadeiros milagres na saúde mesmo com uma rotina pesada.

De acordo com nutricionistas, o ideal é levar as frutas já limpas, com água corrente e higienizadas com solução clorada, secas em papel toalha e embrulhadas em plástico filme ou vasilhas com tampa. Devem ser levadas inteiras, pois cortadas o processo de decomposição é mais rápido.

A seguir listamos 5 frutas que, além de serem fáceis de serem encontradas, vão dar um “up” na sua saúde e saciar sua fome.

Ameixa

ameixas-para-levar-na-bolsa

A ameixa (prunus domestica) é o fruto da ameixeira e vem sendo muito pesquisada devido às substâncias presentes em sua composição, os fenóis, que tem poder antioxidante, ou seja, combatem os radicais livres e protegem a saúde, evitando diversas doenças causada pelo envelhecimento precoce das células causado pelos radicais livres. Segundo pesquisas austríacas, seu poder antioxidante encontra-se mais concentrado quando está bem madura, quase em processo de decomposição, por isso, o ideal é comer os frutos nesse estágio! Como tem grande quantidade de fósforo, a ameixa é indicada em casos de fraqueza e debilidade cerebral.

Ela possui alta concentração de vitamina C, portanto, ajuda o sistema imunológico e previne doenças, além de facilitar a absorção do ferro no organismo; possui vitamina A (betacaroteno), portanto, é excelente para a visão, unhas, ossos e ainda colabora para um bronzeado eficiente e natural! Possui ainda, vitaminas do complexo B, que evitam problemas de pele e reumatismos, fortalecem os cabelos, evitando a queda e também são essenciais ao crescimento.  Também possui potássio e mais fibras do que qualquer outra fruta ou vegetal!

Banana

banana-para-levar-na-bolsa

A banana é uma fruta rica em fibras, potássio, vitaminas C e vitaminas B1, B2, B6, além dos minerais como magnésio, cobre, manganês, cálcio, ferro e ácido fólico.

A banana também contém compostos antioxidantes como a dopamina e catequina. A banana contém triptofano que atua na produção de serotonina, que ajuda a relaxar e manter o bom humor.

Maçã

macas-para-levar-na-bolsa

A maçã é uma fruta que, além de muito saborosa, traz muitos benefícios para nossa saúde. As maçãs são muito nutritivas, excelente fonte de vitaminas e minerais: contêm vitaminas A, B1, B2, niacina, vitaminas C e E, pectina e sais minerais como fósforo, magnésio,enxofre, potássio e ferro.

É também muito rica em substâncias chamadas flavonóides e ácido málico. A pectina, uma fibra encontrada na casca, modera o apetite porque dá sensação de saciedade, e a quercetina, um antioxidante que está presente na polpa, ajuda no combate ao envelhecimento das células do sistema imunológico e protege o organismo dos danos causados pelos radicais livres.

Uva

uvas-para-levar-na-bolsa

A uva, além de uma fruta muito saborosa, é altamente recomendada para a saúde, já que contém boa fonte de propriedades nutricionais, como a vitamina C e vitaminas do complexo B.

Como sabemos, a uva é usada na fabricação de vinhos e sucos. Tanto no vinho como no suco são encontrados dois elementos: o resveratrol (que eliminam plaquetas causadoras de coágulos que pode entupir as artérias) e flavonóides, que são oxidantes e inibem o envelhecimento das células.

A uva – tanto as vermelhas, roxas ou pretas – é boa para o coração, funciona como diurético e como laxante natural, atuando contra alguns problemas do intestino. A casca da uva aumenta o colesterol HDL (colesterol bom) e a uva verde tem poderes antivirais e antibacterianos. A melhor maneira de usufruir das suas propriedades é utilizar em sua forma natural. Assim é possível aproveitar o potássio, o cálcio, o magnésio e os minerais que ela contém. Com tantos benefícios, a poderosa fruta ainda contribui para a longevidade.

Pera

peras-para-levar-na-bolsa

A corpulência e aspecto fibroso da pera desempenham um papel muito importante na digestão humana. Apenas uma pera pode proporcionar 18% do teor recomendado diariamente de fibra.

A fibra atua como um agente de carga nos intestinos, tornando o transporte de alimentos mais fácil. Além disso, estimula a secreção de sucos gástricos e digestivos para que a comida se mova de maneira mais suave, em um estado mais digerido.

Outro benefício da pera no processo de digestão é regular os movimentos intestinais e reduzir as possibilidades de prisão de ventre, bem como a diarreia.


Entenda os benefícios e conheça cada tipo de sal

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Presente em mais de 90% dos pratos em todo o mundo (e até em algumas sobremesas), o sal é o maior vilão da saúde entre os condimentos. Responsável por contribuir para doenças cardiovasculares e aumento da pressão arterial, o sal também é indispensável nas cozinhas de todo o mundo, agregando sabor e realçando os alimentos.

tipos-de-sal

O consumo médio diário de sal recomendado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) é de 5g por dia, mas no Brasil a média é de 9,6g, praticamente o dobro.

Atualmente, pode-se encontrar diversos tipos do produto: flor de sal, sal negro, sal rosa e sal marinho (sem refinamento). Conheça um pouco de cada com seus respectivos benefícios e sugestões de uso.

Flor de Sal

sea salt in wooden spoon on wooden background

Composto por ferro, zinco, magnésio, iodo, flúor, sódio, cálcio, potássio e cobre.

É um sal marinho, como o sal grosso e o sal refinado que costumamos usar no dia a dia da cozinha. Porém, muito mais delicado do que os sais comuns, daí o nome (flor), é considerado o mais puro sal encontrado.

São delicados cristais (vejam na imagem) formados na superfície da água e recolhidos de forma artesanal, que secam ao sol, resultando cristais mais crocantes. Devido a isso, de cada 80 quilos de sal marinho produzido, somente 1 quilo de flor de sal é extraído. Isso explica o alto valor de venda do produto, mas se comparado ao sal comum, suas propriedades e sabor são infinitamente superiores.

Diferentemente dos sais comuns, a Flor de Sal não deve ser utilizada durante o preparo dos alimentos e nem deve ir ao fogo.

Ela deve ser usada para salientar ainda mais o sabor dos pratos, e por isso, ao concluir a preparação do  alimento, a recomendação é que você pegue alguns cristais com as mãos, e pulverize sobre o prato. Além de mais saboroso, ele fica com um visual mais bonito e elegante.

Sal Negro

salnegro

Tem pouco sódio, recomendado para hipertensos.

O sal negro indiano, também conhecido como “Kala Namak”, é uma variedade popular de sais vulcânicos, muito utilizado na Índia, Paquistão e também em outros países pelas pessoas que conhecem seus benefícios. Sua cor incomum vem da presença de pequenas partículas de ferro e outros minerais.

A recomendação para utilização é basicamente para frutos do mar, vegetais e saladas, sushis e carnes grelhadas e a finalização de pratos.

Sal Rosa

Close up of pink salt in a wooden spoon.

Rico em magnésio, cobre e pouca concentração de sódio.

Livre de toxinas e poluentes, esse alimento, recolhido em depósito seculares do Himalaia, é considerado o sal mais puro do planeta e sua cor rosa deve-se à alta concentração de minerais em sua composição – ele carrega mais de 80 tipos de minerais.

Pode ser consumido um pouco mais livremente em relação ao sal de mesa, mas ainda é preciso limitar a sua ingestão.

Adicione os cristais – inteiros ou moídos – durante o cozimento da comida. O teor de cloreto de sódio é muito semelhante ao do sal marinho, por isso, é muito importante consumir com moderação.

Sal Marinho

usos-benefícios-sal-marinho-para-o-cabelo

Contém cálcio, magnésio e outros minerais, não passa pelo processo de refinamento.

O sal do mar ou sal marinho é seco naturalmente ao sol. Não passa por nenhum processo químico e contém quantidades microscópicas de vida marinha e, claro, iodo natural. É de coloração menos branca e levemente mais úmido.

Tem um sabor mais forte e é menos utilizado em receitas de cozinha, apesar de proporcionar o mesmo efeito do sal refinado.

Ao consumir o sal marinho diariamente, equilibraremos e nutriremos nosso organismo com minerais essenciais.


Manteiga não causa problemas cardíacos, diz novo estudo

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Depois de passar muito tempo como a vilã da dieta, uma nova pesquisa revelou que consumir o alimento não causa doenças no coração e ainda ajuda a prevenir doenças como o diabetes do tipo 2

manetiga-bem-coracao-pesquisa_0

Parece que a manteiga pode, de fato, voltar a fazer parte do seu cardápio – mas sem exageros, claro. O creme salgado já foi considerado melhor do que o açúcar e menos nutritivo do que o azeite de oliva. Contudo, um novo relatório, que analisou nove trabalhos diferentes, concluiu que o consumo de manteiga não aumenta o risco de desenvolver doença cardíaca e ainda pode prevenir o diabetes tipo 2.

No estudo, publicado pela revista PLoS ONE, os pesquisadores analisaram a relação entre o consumo de manteiga e o desenvolvimento de doença crônica. Resultado: nenhuma ligação com doença cardíaca foi encontrada. Na verdade, em quatro dos nove estudos, os voluntários que incluíram o alimento no cardápio reduziram o risco de desenvolver diabetes tipo 2.

Vale lembrar que outras pesquisas no segmento são necessárias para entender o porquê dos benefícios, mas os cientistas acreditam que a gordura de laticínios, que também contém gorduras monoinsaturadas, podem melhorar os níveis de açúcar no sangue e a sensibilidade à insulina.

Fonte: Revista Boa Forma


Benefícios do uso do óleo de coco

segunda-feira, 27 de junho de 2016

O óleo de coco vem alcançando cada vez mais relevância entre os nutricionistas, médicos e o público fit. E essa informação não é uma surpresa. Ele tem características que justificam sua posição atual, entre elas o auxílio na perda de peso, além de ser ótimo para a imunidade e para a pele. Por isso, veja os principais benefícios que o óleo de coco (principalmente o extravirgem) oferece para seus consumidores.

natural coconut walnut oil

natural coconut walnut oil

Ajuda na perda de peso: O óleo de coco é conhecido por suas propriedades que auxiliam na perda de peso. Além de possuir gorduras que se transformam em energia (e não em pneuzinhos!), ele acelera nosso metabolismo e o desenvolvimento de massa magra pelo nosso corpo. Mas fique ligado: para que promova a perda de peso, o óleo deve ser combinado a novas fontes de gordura, então é bom rever sua dieta ao passar a consumi-lo!

Dá sensação de saciedade: Por liberar uma série de hormônios que dão sensação de saciedade, o óleo de coco nos ajuda mesmo a manter a forma. Por exemplo, se ingerido logo cedo, nós tendemos a comer menos nas refeições seguintes.

É amigo do intestino: Pode parecer engraçado, mas é verdade! Alguns dos componentes do óleo de coco são bons para regularizar as funções intestinais. Isso faz dele ótimo para quem tem prisão de ventre, por exemplo. Portanto, se precisa melhorar sua flora intestinal, passe a usar esse óleo!

Ajuda a controlar o colesterol: Alguns estudos afirmam que o óleo de coco ajuda a reduzir o colesterol ruim. Além disso, ele aumenta o bom colesterol, que é apontado como preventivo de doenças cardiovasculares e cerebrais.

Dá um up na imunidade: Além de todas as funções já citadas, o óleo de coco ainda melhora a imunidade! Segundo alguns estudos, ele possui substâncias que atuam no combate de verminoses, fungos, vírus e bactérias. Também, por auxiliar as funções intestinais, ele ajuda o corpo a eliminar esses seres indesejados.

É antioxidante: Antioxidantes são aquelas substâncias que previnem a ação dos radicais livres, responsáveis pelo “envelhecimento” das células do nosso organismo. Sendo antioxidante, o óleo de coco combate o surgimento de problemas nas nossas células, desde o envelhecimento da pele, até doenças variadas.

“Cabelo, cabeleira, cabeludo, descabelada”: Sim, você está certo ao pensar que o óleo de coco serve como um condicionador maravilhoso para os cabelos. Ele é frequentemente indicado para cabelos que precisam de nutrição e hidratação.

Sua pele agradece: O óleo de coco, além de tudo que já foi falado, ainda é ótimo para nossa pele! Ele a hidrata e nutre, assim como faz com os cabelos. Também tem função cicatrizante e alivia queimaduras e picadas de insetos! Maravilhoso, né?


Quer emagrecer? Mastigar certo é preciso!

terça-feira, 17 de maio de 2016

Mastigar devagar, sentado e saboreando os alimentos ajuda na sensação de saciedade e reduz a fome.

saudebucalmastigar

Quando o assunto é emagrecer todos se preocupam com o que comem, mas quase nunca com a forma que se come.  A verdade é que o jeito como você mastiga os alimentos pode ajudar ou atrapalhar o processo de perda de peso, pois esse hábito interfere, entre outras coisas, na produção dos hormônios responsáveis pela saciedade, aquela sensação de “já estou satisfeita”, sabe?

E o grande lance é comer devagar, já que o cérebro leva de 15 a 20 minutos para ativar o mecanismo de saciedade. Ou seja, é necessário mastigar várias vezes em ritmo lento para que o organismo sinta-se saciado com a ingestão de uma quantidade menor de comida. Se você comer rápido demais, quando o cérebro se ligar que já está satisfeito, você pode já ter ingerido comida demais. Falando em números, o certo seria mastigar cerca de 30 vezes um alimento sólido antes de engolir.

Benefícios
“Mastigar devagar estimula a produção de hormônios da saciedade como o CKK e reduz os hormônios que aumentam a fome como a grelina. Além disso, quanto mais lentamente comemos, menos comemos, pois conseguimos sentir melhor o sabor e o aroma dos alimentos, estimulando as papilas gustativas e correndo menos risco de exagerar na refeição’, diz Mariana Jimenez , nutricionista do Hospital Israelita Albert Einstein.

Ainda segundo a especialista, mastigar devagar ainda evita desconfortos gastrointestinais como azias, dores abdominais, flatulência e melhorar a digestão e absorção dos nutrientes. “Quanto melhor for essa absorção, maior será a assimilação de vitaminas, proteínas, sais minerais, diminuindo a vontade de comer compulsivamente”, diz Mariana.

Mastigue da forma correta
O ideal é comer sem pressa, sentado, aproveitando o momento, saboreando ao máximo a refeição e prestando atenção no que você está fazendo.

“Esses detalhes fazem uma grande diferença para o organismo. Ao comer muito rápido, mastigando pouco e engolindo o alimento mal triturado, o estômago fica dilatado e com sobrecarga de comida. Uma dica é sempre escolher alguns alimentos com uma consistência mais “dura” e crocante para termos o trabalho de mastiga-los e não engolir tão rápido”, diz a nutricionista.

Outra dica legal é sempre iniciar a refeição com um prato de salada e vegetais que são alimentos que nos obrigam a comer mais devagar por normalmente serem fibrosos ou mais consistentes. “Começar a refeição com eles ajuda a melhorar a sinalização de saciedade reduzindo a chance de repetir o prato”, diz Mariana.

Segundo a Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, o padrão ideal de mastigação é usar os dois lados da boca, de forma simultânea ou alternada, com movimentos verticais e de rotação da mandíbula.

Fazendo isso, além de emagrecer, você ainda ajuda no desenvolvimento de toda a boca. “A mastigação favorece ainda a saúde buco maxilar através fortalecimento dos músculos da face e dentes”, diz Mariana.

Fonte: Terra Saúde



Center Pão I - Av. Mestra Fininha, 1252 - Jd. São Luiz - 3212.2661

Center Pão II - Av. João XXIII,990, Lj 2 - Edgar Pereira - 3223.6990

Center Pão III - Av. José Corrêa Machado, 580 - Todos os Santos - 3216.8987

Center Pão IV - Av. Donato Quintino, 145 - Cidade Nova - 3214.6717

Center Pão V - Av. Cula Mangabeira, 557 - Vila Guilhermina - 3222.6363